28 de ago de 2015

COMEÇAM AMANHÃ AS Olimpíadas da Arcam 2015

Com 300 equipes formadas por oito gerências disputando 16 modalidades nos naipes masculino e feminino, começam neste sábado (29) as tradicionais Olimpíadas da Arcam 2015. O presidente da Arcam, Ailton de Almeida Queiróz, acredita em mais um grande evento que reunirá centenas de associados na prática de vários esportes a partir deste sábado. Com 11 jogos, o futebol suíço movimentará mais de 200 atletas nos campos da Arcam neste sábado. A supervisão do evento é do diretor de Esportes Jader Lupércio dos Santos e a coordenação e operacionalização de Luis Carlos Santana.

PEABIRU SEDIA sessão da Academia Mourãoense de Letras

Peabiru vai sediar neste sábado (29) sessão solene com posse de dois novos membros da Academia Mourãoense de Letrasprofessor Igor Fábio Stainmacher e jornalista Giselta. Será um afato novo na história da AML, motivada pela alteração do seu estatuto que desde 2013, permite a participação de escritores que residam nos municípios limítrofes de Campo Mourão - Peabiru, Araruna, Farol, Luiziana, Mamborê, Barbosa Ferraz e Corumbataí do Sul. O primeiro acadêmico eleito pela região foi o professor Fábio Sexugi (foto), de Peabiru, atual secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer no município. 

NOVOS MEMBROS da Academia Mourãoense de Letras vão tomar posse neste sábado em sessão solene itinerante da AML em Peabiru

A Academia Mourãoense de Letras (AML) vai promover amanhã sessão solene, às 19h30, na Casa da Cultura de Peabiru para empossar dois membros da AML. O professor Igor Fábio Stainmacher e a jornalista Giselta Veiga vão tomar posse, respectivamente, nas cadeiras 6 e 24 - em substituição a Luiz Mazzuchetti e Elza Paulino de Moraes, que renunciaram suas cadeiras este neste. O evento marca também o 162º aniversário de emancipação do Paraná e os 45 anos de criação da Biblioteca Pública Municipal de Peabiru. 
Stainmacher e Veiga serão os novos imortais da AML, tendo sido eleitos em junho e agosto deste ano. Na posse, o professor José Eugênio Maciel fará a recepção em nome da AML. Seguindo o protocolo do evento, o presidente da AML, Jair Elias dos Santos Júnior, convidará o decano da entidade para a entrega dos diplomas. 

EVANGELHO DO DIA sexta-feira, 28 de agosto 2015

Evangelho (Mt 25,1-13) — O Senhor esteja convosco. — Ele está no meio de nós.— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus. — Glória a vós, Senhor. Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos esta parábola: 1”O Reino dos Céus é como a história das dez jovens que pegaram suas lâmpadas de óleo e saíram ao encontro do noivo2Cinco delas eram imprevidentes, e as outras cinco eram previdentes. 3As imprevidentes pegaram as suas lâmpadas, mas não levaram óleo consigo.4As previdentes, porém, levaram vasilhas com óleo junto com as lâmpadas. 5O noivo estava demorando e todas elas acabaram cochilando e dormindo. 6No meio da noite, ouviu-se um grito: ‘O noivo está chegando. Ide a seu encontro!’ 7Então as dez jovens se levantaram e prepararam as lâmpadas. 8As imprevidentes disseram às previdentes: ‘Dai-nos um pouco de óleo, porque nossas lâmpadas estão se apagando’. 9As previdentes responderam: ‘De modo nenhum, porque o óleo pode ser insuficiente para nós e para vós. É melhor irdes comprar aos vendedores’. 10Enquanto elas foram comprar óleo, o noivo chegou, e as que estavam preparadas entraram com ele para a festa de casamento. E a porta se fechou. 11Por fim, chegaram também as outras jovens e disseram: ‘Senhor! Senhor! Abre-nos a porta!’12Ele, porém, respondeu: ‘Em verdade eu vos digo: Não vos conheço!’ 13Portanto, ficai vigiando, pois não sabeis qual será o dia, nem a hora”.  Palavra da Salvação. — Glória a vós, Senhor.

DIEGO REIS: Retratos do Campo V

Os animais também fazem parte desta atmosfera tão perfeita que é a natureza. As criações, sempre muito bem cuidadas pelos seus proprietários, são chamam muito a atenção pela beleza. São fundamentais para o bem estar do homem do campo, para o colorido do ambiente rural. São meios também de locomoção, de lazer no final de semana. Enfim, devem ser amados e muito bem cuidados, pois também são criaturas divinas. A Exposição de Fotos “Retratos do Campo”, de Diego Reis Pereira, está no Hall de Entrada da Biblioteca Municipal Professor Egydio Martello (Estação da Luz), até o dia 4 de setembro. 

HOJE É DIA DE SANTO AGOSTINHO

Santo Agostinho nasceu em Tagaste, norte da África, no dia 13 de novembro do ano 354. Filho de Patrício, pagão e voltado para o materialismo da época, e de Mônica, profundamente cristã, que depois se tornaria santa. A influência dos pais foi muito grande, primeiro a de Patrício, depois a de Santa Mônica. 
Agostinho realiza os primeiros estudos em Tagaste, indo depois a Madaura.  Aos 17 anos vai a Cartago, onde Romaniano, amigo do pai, o ajuda e se torna seu protetor; durante três anos se dedica ao estudo e à leitura de livros, entre os quais destaca-se o "Hortênsio" de Cícero, que o impressiona profundamente. 
Aos 20 anos volta a Tagaste como professor, com uma mulher e um filho, Adeodato, retornando pouco depois para Cartago também como professor. Depois torna-se professor em Roma e, a seguir, vai para Milão, onde ganha a cátedra de retórica da casa imperial e desenvolver também a atividade de professor de retórica. 
Agostinho sentia, apesar de tudo, seu coração vazio, inquieto. Não era feliz. Procurou a felicidade em muitos lugares, mas não a encontrava. Seu coração inquieto não achava a verdade e a paz que desejava. Sua mãe encontra-o em Milão e anima-o a freqüentar as pregações de Santo Ambrósio. 
Foi uma longa caminhada e luta para transformar seu coração, mas no mês de agosto de 386, meditando no jardim, ouve uma voz de criança que diz "Tolle et lege" (Toma e lê) e tomando as Cartas de São Paulo lê: "Não é nos prazeres da vida, mas em seguir a Cristo que se encontra a felicidade". 
As dúvidas se dissipam e é neste momento que culmina todo o processo de sua conversão. Encontrando Deus no seu coração achou a felicidade, a paz e a verdade que procurava. 
No ano seguinte, na Vigília da Páscoa é batizado. Agostinho decide voltar a Tagaste, para morar com seus amigos, e entregar-se inteiramente ao serviço de Deus por meio da oração e o estudo. Mas no ano 391, de visita na cidade de Hipona, é proclamado sacerdote pelo povo e ordenado padre pelo bispo Valério. Quatro anos depois é consagrado Bispo da cidade, daí o nome de Agostinho de Hipona. 
Ele vive em comunidade, tentando seguir o ideal das primeiras comunidades cristãs, na pobreza e na partilha. A comunidade eclesial de Hipona estava formada em sua grande maioria por pobres. Agostinho se fazia a voz destes pobres, falando por eles na Igreja, indo até as autoridades para interceder por eles e ajudando-os naquilo que podia. Entre as funções que o bispo tinha estava a de administrar os bens da Igreja e repartir o seu benefício entre os pobres, também a de acolher os peregrinos, ser protetor dos órfãos e viúvas... Agostinho realiza todas elas como um serviço aos pobres e à Igreja. Também tinha o bispo que exercer a função de juiz, tarefa que desagradava em extremo a Agostinho, mas que também exerceu com objetividade, justiça e caridade.

27 de ago de 2015

DOMINGO, A DECISÃO do Amadorzão 2015


DIEGO REIS: Retratos do Campo IV

O Pinheiro do Paraná ocupa lugar de destaque na flora do nosso Estado, principalmente nas imediações das regiões centro, centro sul e sul. O pinheiro geralmente é alto, imponente, e é semeado pela gralha azul, a ave símbolo do nosso Estado do Paraná. O pinhão, seu fruto, é usado como alimento pelo campeiro, principalmente para aquecer o inverno. As festas juninas, julinas e agora até mesmo agostinas, sempre tem pinhão, pois é um alimento muito bom, usado em várias iguarias paranaenses. E o pinheiro, em nossa Região de Campo Mourão, já temos bem pouco. Vamos plantar, cultivar, e povoar nossa região com a beleza desta árvore, que chama muito a nossa atenção já ao longe. A Exposição de Fotos “Retratos do Campo”, de Diego Reis Pereira, está no Hall de Entrada da Biblioteca Municipal Professor Egydio Martello (Estação da Luz), até o dia 4 de setembro. 

EVANGELHO DO DIA quinta-feira, 27 de agosto 2015

Evangelho (Mt 24,42-51) — O Senhor esteja convosco.  Ele está no meio de nós. — Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.  Glória a vós, Senhor. Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 42”Ficai atentos, porque não sabeis em que dia virá o Senhor!43Compreendei bem isso: se o dono da casa soubesse a que horas viria o ladrão, certamente vigiaria e não deixaria que a sua casa fosse arrombada. 44Por isso, também vós ficai preparados! Porque na hora em que menos pensais, o Filho do Homem virá. 45Qual é o empregado fiel e prudente, que o senhor colocou como responsável pelos demais empregados, para lhes dar alimento na hora certa? 46Feliz o empregado, cujo senhor encontrar agindo assim, quando voltar. 47Em verdade vos digo, ele lhe confiará a administração de todos os seus bens. 48Mas, se o empregado mau pensar: ‘Meu senhor está demorando’, 49e começar a bater nos companheiros, a comer e a beber com os bêbados; 50então o senhor desse empregado virá no dia em que ele não espera, e na hora que ele não sabe. 51Ele o partirá ao meio e lhe imporá a sorte dos hipócritas. Ali haverá choro e ranger de dentes”.  — Palavra da Salvação. — Glória a vós, Senhor.